Mulheres surpreendentes

Oi meninas!!!

Estas mulheres mudaram o mundo e demonstraram que não só os homens podem realizar feitos heroicos. Alguns dizem que elas são o «sexo frágil», mas a verdade é que, por trás de sua delicadeza, escondem muito mais do que imaginamos. As mulheres merecem admiração, respeito e amor. Elas não têm nada de sexo frágil!

Resultado de imagem para mulheres surpreendentes

No Cutesy Little Things, nos maravilhamos com a força incomparável dos representantes deste gênero, mas, não importa o que aconteça, continuam a ser damas em todos os sentidos da palavra.

Uma mulher muçulmana com sua hijab esconde a estrela amarela de sua vizinha judia para protegê-la daqueles que a perseguem. Sarajevo, antiga Iugoslávia, 1941.

Maud Wagner — A primeira tatuadora reconhecida nos Estados Unidos, 1907.

Sarla Thakral, a primeira mulher a receber uma licença como piloto na Índia. Na foto, ela tem 21 anos de idade, 1936.

Kathrine Switzer foi a primeira mulher que correu na Maratona de Boston. Ela conseguiu, apesar de os organizadores tentarem detê-la,1967.

Mulheres afegãs numa loja de discos em Cabul, antes do regime Talibã, 1950.

Annette Kellerman posa em traje de banhista, pelo qual foi presa por ter sido considerado indecente, 1907.

Fotografia de uma mulher samurai (em japonês «Onna Bugeisha») educada em artes marciais, fim dos anos 1800.

Leona N. King, primeira mulher controladora do tráfego. Washington, 1918

Valentina Tereshkóva, a primeira mulher no espaço.

Anna Lee Fisher. A primeira mãe no espaço, 1980.

Mulheres lutando boxe no telhado. Los Angeles, 1933.

Mulher sueca sobrevivente à humilhação dos campos de concentração, golpeia um neonazista com a bolsa, 1985.

Marina Ginestà. Jornalista, intérprete e militante comunista francesa. Nesta foto ela está com 17 anos em Barcelona (cidade que defendia) durante a Guerra Civil Espanhola, 1936.

Tropa das «Bruxas da noite», grupo de voo de elite do Exército Vermelho (soviético). Este comando de mulheres realizava ataques noturnos a esquadrões e bases alemãs.

Dizem que a Luftwaffe (força aérea alemã durante a Segunda Guerra Mundial) outorgava a Cruz de Ferro para quem derrubasse ao menos uma delas, de tanto que eram ágeis.

Hellen O’Neal, um das primeiras mulheres que praticaram skate profissionalmente, 1976.

A piloto Amelia Earhart depois de cruzar o Oceano Atlântico em seu avião,1928.

Margaret Bourke-White, fotógrafa e documentarista norte-americana. A foto foi tirada do edifício Chrysler, em Nova York, 1934.

Recolhedora de ervilhas e mãe de sete filhos, durante o chamado «Dust Bowl» (seca e tempestades de areia) na América do Norte, 1936.

Mulher holandesa se recusa a deixar o marido (soldado alemão), após ser capturado por soldados aliados. Ela o acompanhou até a prisão, 1944.

Enfermeira da Cruz Vermelha escreve as últimas palavras de um soldado mortalmente ferido, 1917.

Duas mulheres caminham pela primeira vez com as pernas de fora em Toronto, 1937.

Mulheres afegãs estudando medicina,1962.

Trabalhadora da fábrica que ajustava o avião Lockheed P-38 Lightning, Califórnia, 1944.

Nikita Klæstrup (à esquerda) — diretora regional das «Juventudes Conservadoras», organização política da Dinamarca.

Vejam mais mulheres surpreendentes nessa lista de videos do canal Nunca Te Pedi Nada:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s